Luta por benefícios não é de agora!

A luta contra os impecílios não vem de agora. Já em 2010 na busca por melhorias salatiais enfrantamos ações excusas, clique e relembre.

Reunião com o "representante" para reivindicações - 2011

Em reunião com o "reprensentante" da categoria cobramos posiocionamento em relaçõa à algumas demandas pontuais em relaçõa à PMDF.

Primeira carreata da cobrança - maio de 2011

O RECADO FOI DADO, CARREATA DA COBRANÇA.

MAIS DE 10 MIL PMs E BOMBEIROS SE REÚNEM NA PRAÇA DO RELÓGIO

PARABÉNS AOS COLEGAS PELA DEMONSTRAÇÃO DE UNIÃO, PARTICIPAÇÃO E DISCIPLINA.

Várias reuniões em busca de melhorias para as categorias- 2012

Resultado da reunião com a bancada dos deputados federais e senadores do DF com o Movimento Unificado da PM e BM, ocorrida na Câmara dos Deputados.

Convocação para mobilização 2010

Sempre buscamos esclarecer e mostrar os melhores meios possíveis para o êxito das reividicações.

Maior assembleia PM e BM DF

PMs e Bombeiros Militares de Brasília realizam o maior movimento reivindicatório já registrado no DISTRITO FEDERAL.

22/09/2014

Revista eletrônica 129



     Amigos Policiais e Bombeiros Militares, no ultimo domingo foi realizado um grande comício da chapa PTB e PR no centro da Ceilândia e logo após tivemos um evento para família PM e BM DF, onde contamos com a presença dos candidatos ao GDF da coligação "A força do Trabalho" (PTB e PR), onde mais uma vez confirmaram compromissos com as categorias.



Veja abaixo matéria publicada no site do candidato Jofran Frejat

PM TERÁ NOVO PLANO DE CARREIRA

FREJAT E ARRUDA ENCONTRAM   POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES, E REAFIRMAM COMPROMISSO DE ATUALIZAR PROMOÇÕES E SALÁRIOS

A um grupo de 200 policiais,  praças e oficiais da Polícia Militar do DF, o candidato ao Governo do Distrito Federal, Jofran Frejat, garantiu na tarde deste domingo, 21, que dará prioridade à reestruturação do plano de carreira. A atualização do plano foi negociada no início da campanha eleitoral com José Roberto Arruda. Para reafirmá-la, os dois foram juntos à reunião com os PMs, realizada em Brazlândia.
“Aquilo que foi compromissado com Arruda, está compromissado comigo também”, informou Frejat. “A tropa está desmotivada, está sem comando. Nós vamos motivá-la e vamos restabelecer o comando. Vocês tem um documento com 13 propostas feitas a vocês quatro anos atrás. Nesse documento, tem as assinaturas do atual governador, do senador Rodrigo Rollemberg, que era candidato na época e agora é candidato novamente. Eles cumpriram o que prometeram a vocês?”, questionou Frejat. 
Diante da resposta negativa dos policiais, ele foi em frente: “Com muita serenidade, com pés no chão, nós estamos fazendo uma proposta, que é a prioridade absoluta de vocês, e vamos atendê-la." 
O atual plano de carreira dos policiais militares e bombeiros militares do DF foi feito em 2009, durante o governo Arruda. “Tínhamos uma relação de muito respeito mútuo, por isso a segurança pública funcionava”, frisou o ex-governador.
Arruda lembrou que Frejat é um gestor público experimentado. “Ele já foi secretário de Saúde quatro vezes, elegeu-se deputado federal cinco vezes, foi secretário-geral e ministro interino da Previdência. Em todos os cargos que ocupou, destacou-se pela eficiência, pela correção. Então vocês podem ficar tranquilos que aquilo que combinamos será feito”, disse.
O senador Gim Argello lembrou que, por ser custeada com recursos do Fundo Constitucional, a reestruturação do plano de carreira da PM precisará passar pelo Congresso Nacional. “Lá, vocês podem contar comigo, com a minha capacidade de articulação, que eu ajudo o Frejat a tocar isso para frente”, discursou.
“Por isso é muito importante elegermos o Gim. Os dois que já estão lá ficam fazendo discursos, alguns discursos inclusive muito bons, no caso do senador Cristovam Buarque, mas precisamos de alguém que ajude, que acelere a tramitação dos projetos, que tenha articulação. Precisamos do Gim no Senado”, explicou Frejat.


  E relembrando, não deixem de participar da reunião com os candidatos Jofran Frejat, Flávia Arruda e Gim Argelo, juntamente com José R. Arruda, na próxima terça feira no Hípica Hall, onde irão referendar compromissos com as categorias PM e BM DF.



Imagens

comício Ceilandia Centro 21/09/2014





Churrasco da família Policial Militar e Bombeiro Militar - Brazlândia 21/09/2014








.

20/09/2014

Convite do Arruda, Frejat e Gim para os PM' s e BM's

Amigos Policiais e Bombeiros militares, José Roberto Arruda, Jofran Frejat e Gim Argelo nos convidam para uma reunião na próxima terça feira 23/09/2014.


video







.

19/09/2014

REVISTA ELETRÔNICA 128, DEBATE ENTRE OS CANDIDATOS DA PM A DEPUTADO DISTRITAL OCORRIDO NO TAGUAPARK

Ricardo Pato teve participação em destaque no debate entre os candidatos da PM ocorrido no TaguaPark este foi o segundo debate que nosso candidato participou o primeiro foi realizado em Sobradinho e outra vez ele teve participação que passou segurança aos eleitores, demonstrou estar preparado para o cargo e para defender os policiais e bombeiros, assim como fez durante a operação tartaruga I e II onde conseguiu reajuste salarial para as duas categorias, assistam e comprovem e no dia 05 de outubro vote 22222 para não se arrepender depois.

REVISTA ELETRÔNICA 128

18/09/2014

Relembrando Parte do Histórico de lutas em prol da categoria



Boa noite a todos que acompanham meu blog. Nesta edição faço uma republicação de parte da trajetória de lutas que travei em favor da família policial e bombeiros do Distrito Federal, as quais avançamos em nossas conquistas. Minha entrada definitiva para a vida política aconteceu no ano de 1999, quando me candidatei as eleições do CRESSPOM, (Clube Recreativo e Esportivo dos Subtenentes e Sargentos da Polícia Militar, ainda inexperiente nesta área me lancei, era terceiro sargento, o resultado naquele momento não podia ser outro, perdemos as eleições, mas as propostas as quais lancei na minha plataforma nunca desisti de aprová-las e ali começou uma luta que dura até os dias de hoje, por que ainda não foram concretizadas em suas totalidades. Neste ano, defendia a promoção só por antiguidade para os praças, diminuição do interstício e ampliação do quadro para dar mais fluidez nas promoções de todos nós praças, isso só veio acontecer dez anos mais tarde com a aprovação da lei 12086 a qual fiz parte da sua elaboração e que contarei em uma próxima publicação  também defendia o  pagamento do auxílio fardamento anual para os subtenentes e sargentos como acontecia com os cabos e soldados, pois nós só recebíamos de quatro em quatro anos, naquele mesmo ano fui ao gabinete do então deputado distrital  João de Deus juntamente com o sargento Frazão (hoje capitão QOPMA REFORMADO) e cobramos dele um projeto que aprovasse nossa reivindicação em favor dos sargentos da PM e do Corpo de Bombeiros, o  mesmo acatou a solicitação e hoje todos nós recebemos o auxílio fardamento anual, policiais militares e bombeiros, gostaria de ressaltar que o benefício foi estendido a todos  oficiais das duas corporações.

Os fatos que narro acima estão publicados no jornalzinho que fizemos para divulgar nossa chapa que concorreu as eleições do Cresspom em 1999.







 Nesta outra parte vou mostrar a todos as lutas pelos reajustes salariais ocorridas de 2004 até 2008 onde já com a existência do FÓRUM DAS ASSOCIAÇÕES o qual fiz parte da primeira diretoria como secretário tendo como COORDENADOR O PRIMEIRO TENENTE REFORMADO UBIRATAN.




No ano de 2004 o Fórum das associações lutava pela criação da GCEF, ampliação do nosso quadro e elevação do quadro dos oficiais administrativos, músicos e especialistas até major. Neste ano, participamos de uma reunião na residência oficial de Àguas Claras com o então governador Joaquim Roriz onde iniciamos a luta pela aprovação das nossas proposições.

FOTO DA REUNIÃO REALIZADA NA RESIDÊNCIA OFICIAL EM ÁGUAS CLARAS NO DIA 08 DE DEZEMBRO DE 2004.
Em 2005 conseguimos o reajuste salarial de 17% para os policiais e bombeiros do Distrito Federal, nesta ocasião voltamos a nos reunir na residência oficial de àguas claras para agradecermos o governador Roriz.
 


 Em 2006 os cabos e soldados da PM e CBM obtiveram o maior reajuste salarial concedido aos praças até o dia de hoje 32%  (trinta e dois porcento) e para os oficiais 19%, somando aos reajuste elevamos o quadro dos praças até major e obtivemos mais de quatro mil promoções, portanto, encerrávamos aquela luta que havia começado em 2004 e que só veio findar em 2006, com dinheiro no bolso, promoção e a consolidação do Fórum das Associações como um colegiado de presidentes de associações reconhecidos pelo governo do Distrito Federal e os comandos das duas corporações como representantes legítimos dos policiais militares e bombeiros militares de Brasília nas negociações salariais dos policiais e bombeiros da capital da república.

FOTO TIRADA NO CONGRESSO NACIONAL MOMENTOS APÓS A APROVAÇÃO DA LEI 11.134


 No ano de 2007 no governo Arruda voltamos a sentar na mesa de negociações com o governo e conseguimos 8,40% de reajuste salarial, mais R$150,00 de abono, a VPE e iniciamos a luta pelo projeto policial do futuro. 
 




 Em 2008, lutamos pelo projeto policial do futuro o qual disponibilizou a todos os policiais militares o direito de fazer o 3º grau concluindo o curso como gestor de segurança pública, tudo custeado pelo governo, hoje, 95% dos nossos policiais possuem curso superior e não foram mais motivos de piadas quando chegavam nas delegacias e muitas vezes eram chamados de quarta série, naquele ano fomos ao governador Arruda e solicitamos disponibilização de verba para o pagamento da formação dos nossos policiais o que veio acontecer e hoje podemos nos orgulharmos de possuirmos um diploma de formação do terceiro grau, também naquele ano conseguimos o repasse do Fundo constitucional no percentual de 14,8% de reajuste para os policiais e bombeiro, com estas conquistas encerrei meu mandato como secretário do Fórum das Associações, como todos puderam comprovar através deste arquivo que guardo com muito carinho a veracidade de tudo que falo, na próxima edição, contarei a saga que travamos para a aprovação da lei 12086, gostaria de encerrar solicitando aos companheiros que verificassem em seus contra cheques se realmente foi criada as gratificações que foram citadas e quais os valores delas, por que tem muita gente que não conhece essas lutas por que nunca participaram de nada e dizem que é mentira, aqui a história está sendo contada e provada com fotos e arquivos, fiquem todos com Deus e até a próxima edição. 



.

SAIBAM COMO FOI A SAGA PARA APROVAÇÃO DA LEI 12086

Boa noite amigos policiais, bombeiros e a todos que acompanham meu blog. nesta publicação estarei dando continuidade a minha participação nas lutas por melhorias salariais, reestruturação da carreira dos PMs e CBMs, bem como melhores condições de trabalho. Recomendo que leiam esta história, quem já conhece relembrará essa luta histórica e quem não conhece terá a oportunidade de saber como foi a luta para aprovação da lei 12086.

CONTINUAÇÃO DAS LUTAS POR REAJUSTES SALARIAIS.
Ainda no ano de 2008, iniciamos os debates no auditório do comando geral da PMDF, com relação a propostas a serem colocadas no plano de carreira dos policiais e bombeiros, foram várias reuniões durante quase dois anos de debates, algumas bem calorosas, mas,  o projeto ia se desenvolvendo, em 2009,  o projeto foi concluído pelo fórum das associações, comando geral da PM e do Corpo de Bombeiros e foi entregue a casa militar, após ficar três meses trancado a sete chaves nas mãos dos oficiais da casa militar onde só quem tinham acesso eram os deputados Patrício e Alberto Fraga por serem os dois representantes eleitos e pelos oficiais superiores das duas corporações, o Fórum das Associações seguiam cobrando do governo que mostrasse o que estava sendo modificado no projeto original entregue a eles, mas, continuavam irredutíveis, até que encaminharam para o congresso nacional, ao tomarmos conhecimento do nosso plano de carreira constatamos que muita coisa foi modificado, daí começamos a luta para tentarmos colocar emendas para que pudesse amenizar as perdas que estávamos obtendo com a nova redação dada ao plano. O deputado federal Laerte Bessa foi escolhido para ser o relator do nosso plano de carreira e foi graças a ele que a coisa melhorou um pouco, isso após travar uma guerra nos bastidores para aprovar as emendada apresentadas pelos presidentes das associações que viabilizaria uma melhor projeção profissional e também salarial, como as que apresentei abaixo, onde algumas o deputado Laerte Bessa conseguiu colocar no projeto 5664/2009 que mais tarde viria se tornar a lei 12086/2009. 

 Plano de Cargos e Salarios
PROPOSTAS APRESENTADAS PELO SGT RICARDO PATO COMO EMENDA AO PCS DA PMDF e CBMDF  COM O APOIO DO FÓRUM DAS ASSOCIAÇÕES AO DEPUTADO LAERTE BESSA .




1.Que as promoções para oficiais e praças da PMDF e CBMDF aconteçam tão somente por antiguidade em todos os postos e graduações; (foi aprovado a promoção por antiguidade somente para os praças), 




2. Que o quadro de oficiais QOPMA permaneçam nos moldes como sempre foi, não dividindo em dois grupos como encontrava-se no PCS. (Não justifica mexer em um quadro que nunca apresentou problemas aos intergrantes das duas corporações), a proposta foi aceita o quadro não foi alterado.


3. Após cumprir o interstício, a promoção aconteça independente de vagas, para evitar travamento nas promoções e futuramente se faça necessário fazer um novo realinhamento, (Essa proposta não foi aprovada e hoje já existe policiais e bombeiros deixando de ser promovidos mesmo existindo vagas, iniciando processo de travamento dos quadros o qual também causa prejuízo financeiro para militares das corporações).
4. Que as vagas dos oficiais QOPMA e especialistas ocorram por antiguidade,
5. Que o policial militar ou bombeiro militar que se encontra de restrição médica temporária ou permanente, não possa ser impedido de ser promovido ou de freqüêntar cursos que venha lhes proporcionar promoções ou ascensão profissional, (proposta aprovada na lei 12086)
6. Que o governo possa optar pela compra da licença especial parcial ou integral, (ao completar 30 anos de efetivo serviço as licenças podem ser vendidas). proposta aprovada na lei 12086.
7. Que o policial ao passar para a inatividade possa receber o auxílio rancho como gratificação de inatividade, deste modo, não está criando encargos para o governo, porque ele já paga essa gratificação, ela simplesmente passaria para o contracheque com outro nome,
8. Criação do curso de altos estudos para as praças, sendo requisito para a promoção a subtente, (proposta aprovada na lei 12086).
9. Que aconteça um novo realinhamento, de modo que a pirâmide aumente mais o número de vagas para cima de modo a evitar o travamento nas promoções, (proposta aprovada, o quadro de subtenentes e sargentes saiu de 1500 vagas para mais de 7000 mil vagas, foram criadas mais de cinco mil novas vagas para praças.)
10. Criar 06 vagas de TC QOPMA para trabalharem nas diretorias, 
Observação: Todas as propostas em vermelho foram aprovadas e hoje é Lei.
    Sinto-me feliz em poder ter contribuído pela melhoria de vida e ascensão profissional dos meus companheiros de farda, e a luta não terminou, em 2010 tenho participado ativamente da proposta de aumento salarial de 33%(GCEF), sendo 5%(2010), 14%(2011),14% (2012), tudo isso só possível dos meus companheiros presidentes das associações que componhem o Fórum e do Deputado Laerte Bessa.
DOCUMENTOS ORIGINAIS QUE ORIGINARAM NAS PROPOSTAS CITADAS ACIMA E QUE HOJE VÁRIAS DELAS ESTÃO APROVADAS NA LEI 12086.




DEPUTADO LAERTE BESSA CONVOCA AUDIÊNCIA PÚBLICA COM PMs e CBMs para discutira plano de carreira das duas categorias.








O deputado Laerte Bessa comprou a briga dos praças quando relator do projeto 5664/2009, o qual não abria mão das emendas que lhe apresentamos por entender que elas ajudariam a melhorar a vidas dos praças da PMDF e CBMDF, sofrendo muita pressão para que retirasse as emendas do projeto, o mesmo convocou uma audiência pública na câmara dos deputados para debater o projeto e ver se a categoria estava com ele naquele momento, ao ver o plenário da câmara cheio de policiais e bombeiros em sua grande maioria composta por praças não teve dúvida e afirmou: "Não abrirei mão das emendas", e assim o fez, no dia 21 de outubro, dia do meu aniversário, iniciou a votação do projeto por volta das 22:00 horas, naquele dia quis Deus que o deputado Laerte Bessa assinasse a favor da abertura de uma CPI, contra os sem terra, o deputado Romero Junca, solicitou ao Bessa que ele retirasse a sua assinatura em favor da abertura da CPI, e o mesmo só concordou quando o então líder do governo concordou em colocar para votação o projeto de reestruturação com as emendas propostas por ele, e assim foi feito, terminando a votação  na madrugada do dia 22 de outubro com a aprovação do projeto com o plenário da câmara do deputados lotado por policiais e bombeiros, conforme foto abaixo que ao términou carregaram o deputado Laerte Bessa nos braços. Após aprovação na câmara o projeto seguiu para o senado federal.

Um dia inesquecível para todos nós que tanto lutamos para ver o projeto aprovado
 
Após aprovação na câmara o projeto seguiu para o senado federal onde o Senador Gim Argelo em 24:00 horas colocou o projeto para votação naquela casa e foi aprovado, agora como lei 12086j, conforme foto abaixo.



No dia 09 de dezembro de 2009, a categoria foi convocada a comparecer no ginásio Nilson Nelson, onde suas dependências ficaram lotadas por policiais e bombeiros da Capital da República que viram o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionar a Lei 12086.
Estamos no período eleitoral, portanto é bom que todos saibam que o projeto da Lei 12086 foi encaminhada pelo então governador Arruda, teve como relator o Deputado Laerte Bessa que teve participação decisiva para que passasse na câmara dos deputados com as emendas que veio ajudar a melhorar a vida dos praças da PMDF E CBMDF, e  o desfecho com votação em tempo recorde no senado federal ficou por conta do senador Gim Argelo, portanto, nunca é tarde para lembrar que esta lei ajudou a promover mais de 20 mil policiais e bombeiros militares, implantou o curso de altos estudos para praças, possibilitou o policial com restrição médica ser promovido, proporcionou a venda das Licenças Especiais não gozadas ao passar para a inatividade, promoção só por antiguidade para praças entre outros benefícios, portanto, quando acusarem um desses de ladrão ou de não serem policiais militares não merecendo os votos de vocês e seus familiares, não esquecem que eles ajudaram a mudar suas vidas para melhor, fiquem com Deus, na próxima edição contarei como surgiu a OPERAÇÃO TARTARUGA.


REVISTA ELETRÔNICA 117, CUIDADO COM OS TAPINHAS NAS COSTAS.






.

17/09/2014

Revista Eletronica 127

Amigos Policiais e Bombeiros Militares, convido a todos que puderem a comparecerem no comício que será realizado no próximo domingo dia 21/09/2014 as 10 h no centro da Ceilândia. Onde o candidato ao GDF Jofran Frejat, firmará compromissos com as categorias.
Compareçam, "juntos somos fortes"


video

16/09/2014

REESTRUTURAÇÃO - REUNIÃO


Amanhã, como já é sabido, haverá formatura geral com todo o efetivo do CPRM. Senhores, temos a grande oportunidade de dizer, em alto e bom som, que não aceitamos essa proposta, da forma como está, por entender que não traz nenhum benefício para nós, as praças. Queremos sim, promoções com independência de vagas de 3 em 3 anos, com redução do interstício para os mais antigos.
Venda da L.E ainda na ativa.
Auxílio fardamento e Natalidade no mesmo valor pago ao Coronel.
Carreira única.
Promoção só por antiguidade e sem que haja a necessidade de se fazer provas.
Escalonamento vertical, de tal modo que o soldado receba 45% do salário do coronel, Cabo 50%...

Vamos dizer não a essa reestruturação do oficialato.

Ricardo Pato 22.222