Luta por benefícios não é de agora!

A luta contra os impecílios não vem de agora. Já em 2010 na busca por melhorias salatiais enfrantamos ações excusas, clique e relembre.

Reunião com o "representante" para reivindicações - 2011

Em reunião com o "reprensentante" da categoria cobramos posiocionamento em relaçõa à algumas demandas pontuais em relaçõa à PMDF.

Primeira carreata da cobrança - maio de 2011

O RECADO FOI DADO, CARREATA DA COBRANÇA.

MAIS DE 10 MIL PMs E BOMBEIROS SE REÚNEM NA PRAÇA DO RELÓGIO

PARABÉNS AOS COLEGAS PELA DEMONSTRAÇÃO DE UNIÃO, PARTICIPAÇÃO E DISCIPLINA.

Várias reuniões em busca de melhorias para as categorias- 2012

Resultado da reunião com a bancada dos deputados federais e senadores do DF com o Movimento Unificado da PM e BM, ocorrida na Câmara dos Deputados.

Convocação para mobilização 2010

Sempre buscamos esclarecer e mostrar os melhores meios possíveis para o êxito das reividicações.

Maior assembleia PM e BM DF

PMs e Bombeiros Militares de Brasília realizam o maior movimento reivindicatório já registrado no DISTRITO FEDERAL.

4 de jan de 2016

Não existe nada tão ruim que não possa ficar pior.

PRONTO SENHOR PARA CUMPRIR A MISSÃO.



Segundo informações a próxima área que poderá ter alguns dos seus serviços terceirizados é a segurança, já está sendo preparado um estudo para que a Central Integrada de Atendimento e Despacho – CIADE e órgãos administrativos das corporações como: protocolo, recepcionistas, telefonistas dos comandos, quarteis e batalhões, passem a ser desempenhados por empresas privadas retirando os militares da Policia Militar e Bombeiros do serviço administrativo, deslocando-os novamente para as ruas onde devem combater o crime e atender chamadas de emergência.
Iniciativa como esta de passarem algumas atribuições desempenhadas hoje pelos militares já foram feitas em governos passados, porém sem sucesso, devido à falta de experiência e capacitação dos funcionários civis, que não possuem os conhecimentos necessários para desempenhar as atividades dos militares que hoje se encontram no CIADE, levou os governos a criarem a Prestação de Tarefa por Tempo Certo (PTTC), onde militares aposentados voltam a ativa, recebendo uma gratificação para trabalharem nas áreas administrativas.
Segundo um militar da reserva do Corpo de Bombeiros “este tipo de terceirização só quem perde são os civis, pois o militar sabe como agir, enquanto o civil, apenas vai repassar a informação a unidade mais próxima, sem dar atenção nenhuma para o paciente ou vítima de crime”.
De acordo com o Sgt Lusimar Arruda o Jabá, Policial Militar da ativa, “um policial da reserva pode desempenhar o serviço com mais capacidade que qualquer civil pela experiência na área e pela sensibilidade na hora de filtrar as ocorrências para seu encaminhamento com sucesso. Um civil não conhece a parcialidade do serviço além das dificuldades de informar endereços aos policiais durante as ocorrências. As experiências passadas mostraram essas deficiências e retornar a elas é um retrocesso para a Segurança pública”.
Atualmente alguns militares reformados desempenham trabalhos nos comandos centrais da Policia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, devido as PTTC parceria  que tem gerado economia ao estado e bom atendimento à população, atualmente cerca de 500 militares que estavam na reserva voltaram a ativa, devido a gratificação que recebem de 25% do valor de seus salários.
A possibilidade de os serviços passarem para a iniciativa privada, já está causando um mau estar dentro das corporações, que temem pela piora do atendimento, nas dificuldades que terão com a falta de preparo dos novos atendentes, além do possível vazamento de informações sigilosas como denúncias anônimas e áudios de atendimentos.


OS POLICIAIS militares do Distrito Federal podem se preparar. A partir de 4 de janeiro (segunda-feira), o Hospital Santa Helena, na Asa Norte, não vai mais atender pelo convênio da PMDF. Agora, somente o Maria Auxiliadora, no Gama, continuará atendendo os PMs.
O motivo é simples: o hospital mudou de dono. Desde o dia 1º de janeiro o Santa Helena pertence à Rede D’Or, o mesmo que administra o Santa Luzia e Hospital do Coração. Então por isso o Santa Helena vai interromper atendimento aos PMs, pois o contrato é com o Grupo Santa e não com a Rede Dor.
BLOG  BRASÍLIA ALERTA


BLOG DO CAFEZINHO



O salário mínimo em 2015 passou a ser de 788,00 o que obrigou o GDF a complementar os Soldos dos Soldados, pois a legislação não permite que estes soldos sejam inferiores ao valores definidos para o salário mínimo. A novidade em 2016 é que com a nova fixação do salário mínimo em R$ 880,00, não só os Soldados receberão complemento de renda, como também os Cabos passarão a receber este complemento. Isso retrata a situação precária em que os salários base das Praças vem sendo submetidos ao longo dos anos, o que vem causando enormes prejuízos financeiros a categoria, pois as demais gratificações são baseadas nestes soldos que não vem sendo reajustados. Ressalta-se que os Cabos da PMDF possuem média de 15 anos de carreira, diferente dos Cabos dos Bombeiros que possuem média de 5 anos de carreira. É urgente a necessidade na implementação de um reajuste geral nos soldos das Praças, bem com a definição de um Plano de carreira, para corrigir essas distorções, que naturalmente afetam a motivação destes profissionais de segurança.

 Vejam:


SALÁRIO MÍNIMO A PARTIR DE 01/01/2016
SOLDO ATUAL
LEI 10.486/02
DIFERENÇA A SER PAGA COMO
COMPLEMENTAÇÃO DO SOLDO

CABO
R$ 880,00
R$ 801,95
R$ 78,05
SD 1ª CLASSE
R$ 880,00
R$ 706,10
**R$ 92,00


**SOLDADOS DE  PRIMEIRA CLASSE JÁ RECEBIAM DESDE MARÇO DE 2015 R$ 81,90 DE COMPLEMENTAÇÃO REFERENTES AOS SALÁRIO MÍNIMO DE R$ 788,00
bog. do Halk.


1 de jan de 2016

Bom dia, neste ano que se inicia temos a esperança de que nossos desejos e sonhos serão realizados, isso e o que nos mantém vivos, o homem que não não tem futuro.

27 de dez de 2015

FELIZ ANO NOVO.




REVISTA ELETRÔNICA DE REVEILON, FELIZ 2016.


VEM VIAJAR CONOSCO.




On Line - 2ª, 3ª e 5ª às 21:00 h