Luta por benefícios não é de agora!

A luta contra os impecílios não vem de agora. Já em 2010 na busca por melhorias salatiais enfrantamos ações excusas, clique e relembre.

Reunião com o "representante" para reivindicações - 2011

Em reunião com o "reprensentante" da categoria cobramos posiocionamento em relaçõa à algumas demandas pontuais em relaçõa à PMDF.

Primeira carreata da cobrança - maio de 2011

O RECADO FOI DADO, CARREATA DA COBRANÇA.

MAIS DE 10 MIL PMs E BOMBEIROS SE REÚNEM NA PRAÇA DO RELÓGIO

PARABÉNS AOS COLEGAS PELA DEMONSTRAÇÃO DE UNIÃO, PARTICIPAÇÃO E DISCIPLINA.

Várias reuniões em busca de melhorias para as categorias- 2012

Resultado da reunião com a bancada dos deputados federais e senadores do DF com o Movimento Unificado da PM e BM, ocorrida na Câmara dos Deputados.

Convocação para mobilização 2010

Sempre buscamos esclarecer e mostrar os melhores meios possíveis para o êxito das reividicações.

Maior assembleia PM e BM DF

PMs e Bombeiros Militares de Brasília realizam o maior movimento reivindicatório já registrado no DISTRITO FEDERAL.

29 de set de 2016

SERVIDORES DO DETRAN CRUZAM OS BRAÇOS POR 24 HORAS NESTA SEXTA


Os servidores do Departamento de Trânsito do DF (Detran) cruzam os braços nesta sexta-feira (30/9) por 24 horas. Os brasilienses que precisam de algum serviço no órgão devem correr para não ficar na mão, já que será o último dia antes de começar a cobrança do licenciamento dos veículos referente a este ano. A paralisação é um alerta para a direção da empresa e o Palácio do Buriti.
Na pauta de reivindicações da categoria estão o pagamento da última parcela do reajuste, aumento do tíquete-alimentação,  isonomia salarial, alterações na jornada de trabalho e em gratificações pagas aos servidores.
Segundo o sindicato da categoria, os servidores devem comparecer aos locais de trabalho, mas ficar nos portões, do lado de fora, fazendo piquetes de convencimento. “Não deve haver nenhum tipo de atendimento e nenhuma viatura circulando. O momento é de sair das redes sociais, das reclamações em grupos de WhatsApp, partindo para ação, de acordo com os movimentos aprovados”, diz a convocação.
Fonte: Metrôpoles

28 de set de 2016

Fraga apresenta proposta para reajuste salarial de militares do DF

Deputado Federal Alberto Fraga

Por Delmo Menezes, do portal Agenda Capital – O deputado federal e presidente regional dos Democratas no DF, Alberto Fraga, apresentou emenda aditiva ao Projeto de Lei 5865/2016, encaminhado pelo Executivo, que altera a remuneração de servidores públicos e estabelece opção por novas regras de incorporação de gratificação o de desempenho às aposentadorias e dá outras providências.
Segundo Fraga, a emenda estende aos policiais e bombeiros militares do Distrito Federal o mesmo percentual de aumento concedido a outras carreiras abrangidas pelo projeto de lei. “Queremos garantir que os militares do DF sejam beneficiados pelo movimento de reestruturação remuneratória que vem sendo promovida para os cargos do Poder Executivo”, disse Fraga.
“As medidas propostas buscam valorizar os militares distritais, além de atrair e reter profissionais cuja qualificação seja compatível com a natureza e o grau de complexidade das atribuições dos militares, condicionante para manter a segurança do DF”, ressalta o parlamentar.
De acordo com o presidente dos Democratas no DF, o impacto financeiro será inferior a outros reajustes concedidos e deverá ser autorizado no Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2017, que já está em fase de elaboração, disse o parlamentar.

Fonte: Blog do Callado

27 de set de 2016

Governador barra promoção de praças da Polícia Militar


Absurdo! O governador do Estado de Goiás Marconi Perillo (PSDB) barrou as promoções das praças (soldados, cabos e sargentos) da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), prevista para já ter ocorrido no último dia 21 de setembro. Os processos que confirmaram estas promoções ocorreram nos meses de agosto e setembro deste ano.

Segundo denúncia enviada ao Goiás Real, o governador Marconi Perillo, antes de viajar para o Canadá e para os Estados Unidos na última semana, mandou barrar todos os processos das promoções por conta do impacto financeiro na economia do estado.

De acordo com a denúncia, informações extraoficiais dão conta de que o impacto financeiro à folha salarial do estado seria de R$ 1,4 milhão por mês para as promoções. O governador achou o valor um absurdo e mandou barrar o processo, embora tenha gastado este mesmo valor em shows em apenas dois dias via Goiás Turismo, no último mês de agosto, por exemplo.

Ainda segundo estas denúncias, Marconi reavaliará todas as promoções quando chegar de viagem da América do Norte e, possivelmente, muitas destas promoções já confirmadas anteriormente, serão canceladas, prejudicando assim milhares de servidores da Polícia Militar de Goiás.

Fonte: Goiás Real

On Line - 2ª, 3ª e 5ª às 21:00 h